A Mulher Do Meu Patrão

69 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

69 seg

Categoria:

Tag: , ,

A Mulher Do Meu Patrão

A Mulher Do Meu Patrão

Deu pra ele ver os seios dela e uma calcinha branquinha… O sorriso dela dizia que ela queria, e como ele também queria… rolou!Quando ele foi lhe dar os beijinhos, ela sorriu e perguntou:– Vão ser os dois tradicionais ou um repeteco do que aconteceu ontem?Ele nem respondeu, abraçou-a e deu-lhe um beijo bem demorado, que ela retribuiu passando a mão na calça dele, bem onde estava o pau e viu que ele já começava a endurecer, e parecia ser bem grande…Tirou a gravata, a camisa e a calça dele e comprovou: era um senhor trabuco que o patrão carregava entre as pernas.

VOCE VAI FICAR AQUI E ME FAZER COMPANHIA, TUDO BEM ASSISTI O JORNAL E RESOLVI IR PARA O MEU QUARTO, NÁO ESTAVA COM SONO E FIQUEI DEITADO ESPERANDO PARA VER O QUE IA ACONTECER, NÁO DEMOROU MUITO ELA BATEU LEVEMENTE NA PORTA QUANDO IA MANDAR QUE ENTRESSE ELA ENTROU, ESTAVA COM UMA SAINHA CURTA E UMA BUSINHA COM UMA CARREIRA DE BOTÓES , ENTROU E SE AJOELHANDO AO LADO DA CAMA FICOU CONVERSANDO COMIGO, NOTAVA-SE QUE ESTAVA NERVOSA POIS FALAVA COISAS DESCONEXAS, DE REPENTE SE LEVANTOU E DISSE HI TEM MOSQUITO AQUI E COME;O A PERSEGUIR UM MOSQUITO QUE EU NÁO VIA, E ENXERGO MUITO BEM, SEGUIA SUA PRESA E DE REPENTE SUBIU NA CAMA E LEVANTOU OS BRACOS NO GESTO TIPICO DE QUEM MATA UM MOSQUITO, HOJE NÁO QUERIA MOSTRAR S[O OS SEIOS, ENXERGUEI SUA CALCINHA MINUSCULA, ENTERRADA NO REGUINHO, DEPOIS COM A MAIOR SIMPLICIDADE SENTOU-SE NOS P[ES DA CAMA COM AS PERNAS CRUZADAS E BEM ABERTAS E CONTINUOU FALANDO COISAS SEM SENTIDO, EU PUXEI UM LENCOL E ME COBRI, TAMBEM SOU MUITO CARA DE PAU NESTE ASSUNTO, SEM NENHUM CUIDADO LEVEI A MÁO AT[E A BRAGUILHA ABRI O FECHO FAZENDO BARUNHO CARACTERISTO E TIREI O PAU PARA FORA, ESTE J[A ESTAVA BEM DURO, COMECEI UMA LEVE PUNHETA, DEVAGAGAR MAS DEIXAVA QUE O LENCOL SUBIA E DESCIA PARA ELA NOTAR O QUE EU ESTAVA FAZENDO, FALA ALGUMA COISA COM ELA MAS NÁ DESGRUDAVA OS OLHOS DA SUA CALCINHA, NOTEI QUE O VOLUME ERA PEQUENO, ELA TAMBEM FIXAVA O LENCOL SUBINDO E DESCENDO E EM DETERMINADO MOMENTO PERGUNTOU, EST[A QUENTE, PORQUE NÁO SE DESCOBRE, EU ENTÁO OLHANDO-SINICAMENTE FELEI POR QUE VOCE NÁO FAZ ISTO PRA MIM, FACO SIM E PEGOU O LENCOL PUXANDO-O DE UM S[O GOLPE ME DEIXANDO COM O PAU NA MÁO DURO COMO UM FERRO, NOSSA COMO [E GRANDE O DO VENANCIO [E A METADE TALVEZ POR ISTO QUE NÁO ME DA PRAZER, E FOI LOGO SEGURANDO O FERRO, PUXEIA PARA MIM PEGUEI SEUS PEITINHOS QUE A TANTO TEMPO QUERIA PEGAR ACARICIEI BASTANTE DEPOIS LEVEI A MÁO ENTRE SUAS COXAS E ENDIEI DENTRO DA CALCINHA, REALMENTE ERA PEQUENA A BUCETINHA DELA, MAS LISINHA COMO EU GOSTO, APESAR QUE MINHA MULHER J[A TINHA ME DADO TODAS AS DICAS, TOMARAM BANHO JUNTAS V[ARIAS VEZES, E ELA SEMPRE DIA SE CONSEGUIR COMER A RAISA VOCE VAI GOSTAR MUITO DA BUCETA DELA E PEGUENA E MUITO INCAHADA E PARECE ESTAR SEMPRE COM TEZÁO, COMECAMOS A NOS APERTAR E ELA J[A GEMIA COMO SE ESTIVESSE SENDO COMIDA, DE REPENTE EU A SEGUREI PELOS OMBROS E PERGUNTEI, VOCE ACHA QUE O VENANCIO MERECE ISTO, ELA RESPONDEU NÁO S[O MERECE COMO FACILITOU AS COISAS PRA N[OS BOBINHO, DEPOIS EU CONTO TUDO PRA ELE E QUASE MORRE DE EXCITACÁO, [E QUANDO ME COME GOSTOSO, QUANDO TENHO ALGO PRA CONTAR PRA ELE.