Comi A Mulher Do Corno No Meio Do Mato

Comi A Mulher Do Corno No Meio Do Mato

Comi A Mulher Do Corno No Meio Do Mato

(E ninguém viu, nem Paty!) Fui na frente para a piscina, até porque queria mergulhar logo para disfarçar o que estava “acontecendo” comigo naquele momento.

Aí fomos dormir e tudo certo.

Eu já alterada por algumas cervejas não pensei duas vezes e aceitei, liguei em casa dizendo que iria trabalhar a noite toda e fui pra casa dele, dispistamos os amgs e o pai dele foi nos buscar de carro (ele não sabe dirigir uma pena ; (( ) … enfim chegando lá pedimos uma pizza e passamos um tempo assistindo greys anatomy e conversando com a irmã dele, até que ela nos deixou sozinhos na sala, não demorou MT e começamos a nos pegar, ele foi tirando minha blusa eu a dele, nos beijando loucamente, ele tirou toda a minha roupa e me pegou no colo me surpreendendo e me jogando em cima da mesa da cozinha, abre o congelador e tira um cubinho de gelo e leite condensado da geladeira , me abre inteira e abocanha minha bucetinha freneticamente, insaciável ele não parava de me devorar uma delícia, melhor oral da minha vida, ele chupava, brincava com meu grelo e sugava ele com tanta força que as vezes doía mas era gostoso e começou a passar o gelo que sensação maravilhosa, passava o gelo e chupava a boca quente dele com o gelo era MT excitante e eu já não aguentando mais explodo de tesão na boca dele gemendo baixo prós país dele não escutar, desso da mesa e tiro aquela linda cueca boxe e me deparo com aquele pau maravilhoso 25 centímetros de rola e eu louca por ser fudida por ela.

Ele chegou à mesa e ela foi logo me apresentando pra ele, mas havíamos combinado de não nos apresentarmos com o nome verdadeiro. Depois ele sentou na cadeira e ela sentou de cócoras naquela pica.

E logo ela diz, arrumei um e se tu queres ser corno sai e eu saberia a hora de voltar, e sair, mas se eu ia ser e volto e olho pela janela e escuto ela gritar e ela dava o cu dela e meu pau endureceu e logo tirei o pau pra bater uma e estava pra gozar e ela olha na minha direção e eu não podia deixa ela me vê e me abaixei pra não atrapalha a foda dela afinal eu era um corno e corno não deve fica atrapalhando a foda da mulher e sair de lá e depois o celular toca e recebo a mensagem com uma carinha de feliz… Esse era o sinal… Uma carinha feliz… Não havia mais volta eu era um corno manso.

E em seguida, eu tinha a tarefa menos empolgante de passar o cartão ao meu primo, que recebia demonstrando aínda menos interesse que eu.

Cheguei a deitar ao seu lado.

Numa certa hora, as 2 moças foram ao banheiro e eu fui junto…(coisas de mulheres, vocês sabem)… e deixamos meu marido, Pedro e Sergio jogando conversa fora. "Na época eu estava trabalhando, e morava longe do trabalho.