Eu mostrando a buceta no UBER

Eu mostrando a buceta no UBER

Eu mostrando a buceta no UBER

Como vi que ele curtia pés (deve ser fetiche de família Rsrsrs), sem tirar a pica do cu dele, coloquei uma perna pra frente.

As promessas dele de muitos beijos na boca e muitos arretos sem duvida foi allgo que contou muitos pontos a favor dele, pois isso é que mais interessava a ela, não tanto o sexo propriamente dito. Não resisti mais e fui atrás do meu consolo, eu usava apenas uma camisa polo do Mauro e sem calcinha, deitei em minha cama e comecei dedilhar minha perseguida, quando ela estava escorrendo de tão molhadinha segurei meu vibro pela base e deslizei ele buceta a dentro. Pois bem me casei com 29 anos e então parei com minhas aventuras ate uns 4 anos atrás quando encontrei o Francisco, apesar de econtra-lo em um chat de bate papo, ele morava perto de casa e depois de varias conversas trocamos telefone e resolvemos nos encontrar, ele era casado também e sua esposa trabalhava todos os dias e ele ficava em casa pois os filhos estudavam durante o dia e ele trabalhava a noite.

Mauro com as duas mãos rasgou meu vestido de cima á baixo. tomei a cerveja e deixei cair a toalha que envolvia meu corpo, mostrando minha bunda e pernas lisas, pois tinha passado aparelho em todo o corpo.

Porém eu não conseguia ter tezão por ele. Me sinto tão livre aqui, perto da natureza.

Querendo mais, me deitei na minha cama, tirei minha calcinha, levantei minha saia e voltei a me masturbar. – Não, não, não, não, não! Eu tomo injeção.

Roque era o nome deste meu amigo, colega dos tempos da faculdade. Mal entramos ele foi logo dizendo “puta que pariu… que máquina…”, realmente, a garota é super gostosa, alem de lindíssima. Vou chama-la de Fran (fictício) fomos em outras casas de swing, mas ficamos somente “olhando” (conto no próximo), estavamos na Nefertitti e neste dia ela estava com um vestido curto, uma gata ruiva, tem uma deliciosa bunda, seios médios e dona da buceta mais gostosa q já chupei, com um gosto maravilhoso.