Morena Deliciosa Dançando

visualizações

72 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Morena Deliciosa Dançando

Morena Deliciosa Dançando

O tamanho não importava, talvez era um pouco menor que minha mão, mas era lindo, a cabecinha vermelha queria saltava por entre a pele morena que envolvia o pênis, eu dava a pequena ajuda de terminar de salta-la, expondo totalmente a cabeça latejante.

Tirei seu pau para fora e cochichei no seu ouvido, agora eu vou chupar o seu cacete você quer, Imediatamente ele deitou se na cama e deixou o seu pau a minha disposição, tirei a sua calça e comecei a chupar o seu pau bem lentamente, aquele pau estava tão duro que até latejava na minha boca, ele gemia de tanto tesão, eu engoli centímetro por centímetro daquele pau, até colocar todinho dentro da minha boca de repente ele empurrou a minha cabeça e disse para se não eu vou gozar na sua boca, eu que já estava peladinha e ele ainda naquela posição, com o pau duro apontado pro teto não pensei duas vezes, subi na cama e fiquei de cavalinho em cima da sua barriga, ele estava meio assustado com os olhos arregalados e sem saber o que que estava acontecendo, me perguntou o que você vai fazer, eu falei calma que você vai gostar, peguei no seu pau coloquei na minha bucetinha e fui sentando lentamente, aquilo foi entrando e foi me enchendo de alegria e de tesão. Me mostrou algumas, inclusive com fotos que ela tirava e anexava.

Aí, a loucura… tirei o top, tirei o shortinho e fiquei nua na frente dele, meio que dançando, passando as mãos nos seios, no bumbum, batendo bola, e só vendo ele ficar doidinho.

Disse a ela que se divertisse sem moderações.

comSou casado com uma esposa puta safada chamada Fabiana, mas tudo começou quando namorávamos, ela é morena alta e gostosa, seios pequenos e uma bunda deliciosa. fiquei alisando aquele volume enorme, enquanto ele me lambia o pescoço, orelha, peitinho… Não aguentei de vontade, sem dizer nada, tirei sua vara meio mole pra fora, o fiz sentar no sofá e me debrucei sobre ele, olhando aquela jeba enorme, quase incrédula… fiquei de quatro no assento ao lado do sofá, enquanto ele se recostava, pegou o vibrador e passou lubrificante, eu tirei a sua cueca e o pau parecia ainda maior, comecei a punhetá-lo, ele foi socando o consolo no meu cú, eu já estava gemendo de tesão e o pau dele foi ficando mais duro e todo melado, quando ele ordenou:– Chupa puta… O que está esperando?– Você mandar… eu disse.