Novinha dançando e mostrando a buceta

1 min 29 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

1 min 29 seg

Categoria:

Tag:

Novinha dançando e mostrando a buceta

Novinha dançando e mostrando a buceta

Muito sério e sem esboçar nenhuma emoção, passei por aquela cadela no cio e fui até a porta.

Enquanto me comia o cuzinho ele apalpava os meus peitos com uma mao e com a outra dava palmadas no meu rabinho, isso me deixava com mais tesao ainda, os meus gemidos estavam descontrolados a respiração alterada, mas ele ainda n estava satisfeito e me comeu de ladinho, foi a melhor transa que podia ter acontecido. Fiquei em silencio, olhei pra ele mais vermelha que antes.

Bom dia !-Oiiii sogrinha, que saudade.

Meu padrasto estava no carro do lado de fora esperando eu juntar as coisas da minha mãe. Sorriu para o rapaz que a olhou, curioso. Nesse momento minha buceta que latejava, inundou a calcinha. Ela era uma raimunda novinha e bunduda.

O frade estava alucinado com aquela buceta apertada. Não me fiz de rogada. Ela disse: – MO, eu estava na festa dançando e bjando as meninas e tinha aquele cara delicioso, mas não fiquei com ele.

fiquei assim até ela gozar e cair no sono.

Sou casado e temos por volta dos 40, minha mulher trabalhava em uma multinacional, decidiu trocar o stress e $ maior do privado pelo público, virou inspetora de alunos no estado,caindo 70% do rendimento dela.

Ela chupava e sugava como se um mel saísse dali. A noite de espera foi longa e eu mal conseguia dormir, com um tesão muito grande e ligando preocupado, mas nada de ela atender ou retornar as msg. Ele se convenceu depois que fiz ele lembrar que hoje tinha sido a melhor de todas.

"Paula e Felipe são casados há três anos, estão super bem na relação mas não dispensam umas brincadeirinhas de vez em quando para apimentar o dia a dia. Esse dia foi o dia de confessar tudo.

Ele chegou faltando uns 40 minutos pra eu sair, mas confesso que queria ir embora rápido, ele pediu para eu apresentar o escritório pra ele, fui mostrando, a sala da contabilidade, a do fiscal, a do meu chefe, quando voltamos a minha mesa ele me agarrou e começou a me beijar, feito um louco, um tarado.