Novinha de Porto Alegre no

13 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

visualizações

13 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

Novinha de Porto Alegre no

Novinha de Porto Alegre no

Esperei até ela liberar e começei a bombar devagar, que coisa gostosa, que rabinho apertado…Ela rebolava, gemia e pedia mais, eu já tirava o pau quase todo e metia rasgando, ela gritava sempre pedindo mais:-AAAHHHH…Isso tio! É para fuder mesmo…come o cú da tua novinha…AAAHHHMMM…Seu safado…não tem vergonha de comer o cú da sobrinha assim seu FDP! ME FODE TIO!!! Viu como sou uma putinha?Comecei a tirar todo o pau para fora e meter com força, cada vez que tirava me assustava com o cú dela arrombado, um buraco enorme todo vermelho e inchado, meu pau todo melecado tinha pequenas marcas de sangue, a menina estava arrombada e quase gozando, o castigo não durou muito e ela gozou mais uma vez de maneira escandalosa, tremeu toda e gritou muito, quase desfaleceu. Os dias se passaram, e como quase sempre acontecia, ficamos bebendo até tarde no sabado e Alexandre pediu para que eu dormisse em sua casa, no quarto de hospedes, um quarto pequeno mas bem aconchegante, me emprestou um short de futebol, uma camiseta regata e fui ao banheiro para trocar de roupa e subir para meu quarto, pois ja estava tarde. E a conversa ia bem demais, já estávamos dando risadas, eu conseguia fazer graça com algumas situações de clientes da locadora… Já havíamos falado sobre o tempo, sobre a Bahia, Porto Alegre, então ela me disse:– Fim de semana que vem vou trazer meus dois filhos aqui pra te conhecerem. Realmente, um belo corpo, que tratei de beijar, lamber, chupar, enquanto ouvia os gemidos dela começarem e ficarem cada vez mais intensos.

Ele tentou, mas a calcinha muito apertada não suportou a pressão, e quando puxou do lado ela arrebentou a tira do lado, ele caiu de boca e chupou chupou e gozei e ele lambeu tudo. Como tinha uno caras perto de mim eu falei bem baixinho:Bom meus amigos é isso aí,em breve mais contos!!!saida do trabalho ele oferece carona ela entra e e levada para um local reservado e dentro do carro ela confessou q(escrito por Kaplan)"-” você gosta de um boquetinho” perguntei a ele, que nesse momento enfiou a mão debaixo do meu vestido e começou a me acariciar.