Novinha enfiando a escova na xoxota apertadinha ate gozar

38 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

38 seg

Categoria:

Tag:

Novinha enfiando a escova na xoxota apertadinha ate gozar

Novinha enfiando a escova na xoxota apertadinha ate gozar

Coloquei-a deitada de frente pra mim e fui subindo a beijando todinha, a safada gemia bem baixinho para não acordar ninguém, até que colei minha boca com a dela e fui penetrando bem devagar, Julia fui rebolando facilitando a entrada, logo que entrou a cabeça ela pediu pra ir com calma, fui enfiando centímetro por centímetro para sentir toda aquela delicia.

ele ia tirar a rola mas ela disse que poderia gozar dentro que depois ela tomava um remédio. Nesta noite aconteceu algo que nunca mais esqueci, como já disse deitamos (eu de bruços), minha esposa começou a se esfregar em mim, passar sua perna sobre meu corpo e esfregar sua xoxota sobre meu corpo, finge que estava dormindo, mas ela sabia que não estava e continuou…. Sem o marido,tive que ir com ele sozinha na cidade,ao banco fazer depósito de uma venda.

Comecei a beijar-lá de baixo pra cima, suavemente… quando cheguei na coxa olhei a tatuagem que ela tem ali e disse que achava mais sexy ainda de perto e segui beijando até chegar na buceta.

Ela – simmm simmmmm, maissssO nome do menino é bernardo e a irmã dele se chama “renata” (ficticio), cabelos morenos lisos , e pele branquinha , ela era novinha , entao o corpinho"O QUE VOU RELATAR AGORA É UM FATO VERÍDICO E ATÉ HOJE ACONTECE, ME CHAMO D…TENHO 43 ANOS SOU CLARO, 1,80 ALT, NÃO ME ACHO UM HOMEM BONITO, MAS DIZEM QUE SOU SEDUTOR.

Naquela noite, tive que bater uma das minhas inumeras punhetas, mas meus dedos ainda cheiravam os licires da bocetinha apertadinha dela.

Ela abriu minha toalha e começou a passar a mão em minha barrica, coxas, cintura, braços e não tocou em mim. Fiquei meio desconcertado com a situação, mas notei que ele nem havia me percebido.

Usei a desculpa de que procurava por uma escova de cabelo, e nisso fui ao guarda-roupa.

-Aham, comeu meu cu a seco pai, imagina, olha o tempão que fazia que eu não dava o rabinho… – Isa provocava, alisava o pau dele por cima da cueca, estava dolorida, mas nunca ficava enjoada de provocar seus homens.

– Eduardo, eu nunca fiz isso antes.