Novinha Na Camera Mostrando Sua Buceta Ate O Fundo

14 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

visualizações

14 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

Novinha Na Camera Mostrando Sua Buceta Ate O Fundo

Novinha Na Camera Mostrando Sua Buceta Ate O Fundo

Então ele pega meu braço e me levanta… me ajoelha diante do notebook… ajeita a câmera para meu rosto ficar centralizado, e esfrega seus testículos contra meu rosto… eu passo e língua e e engulo suas ‘bolas’, enquanto ele geme com tudo aquilo. Em pouco tempo se esporrou todo, inclusive parte da minha barriga… Louco de tesão, levantei com o ele no colo e o fiz deitar de novo no sofá, olho fundo nos olhos dele em posição de frango assado comecei a comê-lo com todas as minhas forças, envolvi meus braços nas suas costas, coloquei ele contra meu peito, comecei a sugar seu lábio inferior, até que senti meu pau inchar, dei três estocadas rápidas e gozei como a muito tempo não gozava com mulher gostosa alguma.

Eu adorava quando ela vinha em casa com aqueles vestidinhos de tecido bem fininho mostrando a marca da calcinha e desenhando aquela bundinha maravilhosa.

Buceta, cú, boca, você quem manda.

Tomei cuidado para que ela não sentisse dor, mas, envolvida pelo tesão ela nem estava preocupada com isto, e me implorava que metesse tudo de uma só vez, que queria se sentir rasgada ao meio, o que fiz, e ela soltou um grito abafado pela boca da Kelly, reclamando da grossura da minha pica, fechou os olhos amou as estocadas lentas que dei em sua bunda zero quilometro.

ela senti o jato aquilo que preenche sua buceta.

Bom vou me apresentar, sou um jovem de 23 anos corpo de atleta de artes maciais , cabelo preto e 1,80 de altura. Em casa ninguém desconfiou, provas de vestibular são demoradas e não falaram nada, a noite com a conciência pesada dei um trato caprichado na patroa,não queria deixar rastros…Os próximos tres dias foram muito especiais para mim, me achando muito gostoso pensava afinal o que tinha feito para merecer uma novinha assim, uma coisinha tão gostosa. E o melhor, vestia uma calça agarrada que deixava bem à mostra o volume do seu instrumento. Mas era uma sensação há muito vivida e agora revivida.

Comeu-a de cachorrinho também e viu ela gozando, aos berros. Ele ia enfiando o pau devagar e sem dó, penetrando fundo em mim. Não sabia se engolia ou cuspia.